sábado, 9 de junho de 2012

" Uma viagem de conto de fadas "


Era uma vez uma jovem que participou de um processo seletivo para ser assistente do ator de cinema Felipe Clark. Ele era muito famoso e também muito bonito. Ela era fã de seus filmes e não podia deixar de ser apaixonada pelo galã que a fazia sonhar com seu príncipe encantado.

Para sua surpresa ela foi selecionada ficando nas nuvens e super nervosa em saber que, a partir de agora, estaria convivendo com ele diariamente. Agora teria que deixar de ser sua fã, pois ele seria seu chefe.  

Thelma era a Gerente e foi quem participou da seleção e a escolheu. Ela tinha uma semana para estar ocupando um dos quartos da mansão onde ele e toda a sua equipe morava. 

Dividia um apartamento com sua melhor amiga, Inês, que sempre esteve do seu lado fosse nos momentos ruins como nos de glória.  Agora estava ali aflita sem saber por onde começar e preocupada que iria deixar a amiga sozinha.
- Cris quer fazer o favor de se acalmar e parar um pouco para pensar. Esse é um momento único em sua vida profissional e é nisso que tem que se concentrar. Vai morar em lugar maravilhoso, luxuoso, vai ganhar um ótimo salário, vai viajar por esse mundo afora e tanta coisa que vai aprender e conhecer. Relaxa menina e vamos começar a fazer as malas. - disse Inês com a maior firmeza.

E assim Cristina foi morar na mansão. Logo que chegou levaram suas malas para o quarto que iria ocupar e já foi participar de uma reunião onde conheceu a todos inclusive ao Felipe que era mais bonito pessoalmente.

Tinham muitas entrevistas marcadas, turnês, novos projetos de filmes e isso tudo ficaria a seu cargo. Estaria responsável por toda a agenda de Felipe. Depois que anotou tudo foi direto para seu quarto que ficava ao lado do dele. Lembrou que uma das suas obrigações era acordá-lo todos os dias para que não atrasasse aos compromissos.

Estava um pouco nervosa, mas era tanta coisa que teria que fazer desde ligações, emails e reuniões que quando terminava o dia estava exausta.

Felipe estava sempre com aquele olhar de conquistador para ela. Sabia a fama de mulherengo que tinha e isso fez com que colocasse um pé na frente para não se machucar, pois sentia que seu coração batia mais forte quando ele estava por perto.

O tempo foi correndo e já tinha quase um ano que estava trabalhando para o Felipe Clark. A equipe era maravilhosa e nesse período só fez amigos. A única coisa que não contava era que fosse se apaixonar pelo seu chefe que estava sempre tentando se aproximar e ela continuava firme evitando um contato maior do que o trabalho solicitava.

Todos viajaram para Los Angeles para a festa de uma premier onde Felipe tinha sido indicado como o melhor ator. Foi uma festa espetacular que teve comemoração dupla por ele ter ganhado o prêmio. Foi nessa festa que Cris deixou se levar e acabou cedendo aos encantos de Felipe.

Quando acordou no dia seguinte e viu que o que mais evitava tinha acontecido não pensou duas vezes. Fez uma pequena mala, escreveu uma carta pedindo demissão alegando motivos particulares e partiu para o porto para pegar o primeiro navio.

O céu estava cheio de nuvens, o sol se pondo e o chão molhado como se estivesse chorando pela sua partida. Iria fazer um cruzeiro para algum lugar. Queria dar um tempo , poder estar sozinha e rever a sua vida. 

Era a viagem de contos de fadas onde a Cinderela foge do seu príncipe encantado com medo de ver seu sonhos de princesa desmoronarem, mas mal sabe ela que o seu amado está neste momento aflito  pela sua partida. 





RSantos


Bloínquês
118º Conto Historia
120ª Visual

Um comentário:

  1. Maravilha,Renê!!Sempre inspiradíssima!! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir